• Sandro Bueno

Conhecendo a gaita de foles Galega

Atualizado: Ago 30


Olá, pessoal! Eu sou Sändro Buéno e vou falar um pouco sobre instrumentos da cultura musical das regiões com influências celta como: Irlanda, Ilha de Man, Escócia, Galícia e etc.

Confesso que tenho uma tendência pessoal a pesquisar instrumentos de sopro (quem me conhece sabe que sou flautista, ou melhor, Tin Whistler), mas não vou me conter somente à esses instrumentos. Ao longo das minhas postagens também falarei sobre outros tipos, alguns conhecidos pela maioria e outros nem tanto.


Para começar, gostaria de ficar na minha zona de conforto e abordar um instrumento que a mim é bem familiar - a gaita de foles galega. Acredito que a maioria das pessoas que seguem O Pint Diário está mais interado e informado sobre a música irlandesa tradicional e seus instrumentos, e talvez para alguns a gaita de foles da Galícia (região do noroeste da Espanha) seja uma novidade.

Antes de falar propriamente da gaita galega, gostaria de dar um panorama sobre as gaitas de modo geral. Primeiro: A gaita de foles não nasceu na Escócia! Segundo: Existem centenas de tipos de gaitas espalhadas pelos continentes europeu, africano e asiático.


A gaita tem uma origem pastoril, muito provavelmente nascida de dois objetos: o odre (bolsa de couro para guardar líquidos e sementes) e o aulos (instrumento de cana com palheta simples). Para mais informações históricas, recomendo o site português da Associação Gaita de Foles. Lá encontra-se mais informações e dados bem interessantes.


Dito isso, agora posso focar mais na gaita galega! Muito que bem. Ela é um símbolo na Galícia, tem um som bastante marcante, um repertório próprio e característico, mas isso não impede que nela seja tocada tunes fora do contexto tradicional galego, e digo mais, a musicalidade galega "conversa" muito bem com a irlandesa. Músicos como Anxo Lorenzo e Carlos Nuñez têm tocado músicas irlandesas ao longo de suas carreiras e há um documentário feito pela BBC em que Julie Fowlis, Muireann Nic Amhlaoibh e outros músicos visitam a Galícia a interagir e tocar com músicos locais.



A gaita galega possui uma digitação bem parecida com a da Tin Whistle, mas há outras possibilidades como escala menor com digitação cruzada, mas isso eu digo da digitação mais comum, pois há outras formas de digitação e tradicionalmente ela atinge uma oitava de tessitura, mas palhetas e ponteiros modificados modernos (e músicos habilidosos) conseguem fazer duas oitavas assim como a Uilleann Pipes.


Okay pessoal, espero ter agregado conhecimento, e nas próximas matérias trarei outros instrumentos da cultura celta. Deixe seu comentário sobre dúvidas, sugestões e ideias para podermos interagir. Até!




40 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo