Danças Irlandesas - Vem com a gente descobrir!


Photo by Horgan Brothers of Youghal, circa 1910

Nesse primeiro artigo, queremos te convidar a pensar conosco sobre as danças da Irlanda, que pasmem ou não, não são cristalizadas, mas bastante vivas e atuais (desde sempre!). Vem com a gente?


Na Irlanda, são raras e esparsas as menções sobre a dança antes do século XVII: uma crônica em 1172 sobre o rei Henrique comemorando o Natal na Irlanda com a presença de Mummers, uma poesia inglesa em 1300, relatos irlandeses de 1510 e 1588... Isso porque o dançar - em várias partes do mundo e principalmente antes de 1600 - era considerado uma parte tão intrínseca da vida cotidiana que, de fato, não era visto como algo essencial ou pertinente o bastante para ser registrado:

“O mundo da Dança Irlandesa tradicional é, de muitas formas, o equivalente da tradição oral do canto e da contação de história, e emana da mesma classe social, os então chamados pessoas comuns”. (BRENNAN, Helen. The Story of Irish Dance, 2001).

Embora as danças emanem das pessoas comuns na Irlanda, quem nos conta sobre elas a partir do século XVII são os ingleses membros da nobreza, ou seja, observadores de fora da cultura e do contexto de quem vivia e dançava por ali. Esses narradores vão mudando aos poucos, e já por volta do século XIX passamos a ter mais referências de relatos das danças irlandesas escritos pelos próprios Irlandeses. Nós não somos irlandesas, mas praticamos e amamos essas danças, então, é com grande alegria que vamos contar pra vocês um pouquinho do que aprendemos (e estamos aprendendo) sobre elas.

Existem várias danças irlandesas, cada qual com seu papel e contribuição.

Separamos abaixo alguns tipos de danças irlandesas para te dar um gostinho e já começar a curtir essa maravilha toda, olha só que legal!


Step Dance: considerada “A” dança Irlandesa, tem que ser fera pra fazer isso aí:



Sean-nós: a mais autêntica de todas, patrimônio cultural da Irlanda, tradicionalmente da região rural de Connemara:




Brush Dance: dançada com uma vassoura, cheia de desafios, uma grande brincadeira, não te dá vontade de dançar também?



Céilí: criada e difundida para construir uma imagem mais polida dos irlandeses, linda de se assistir:




Set Dance social: tem origem nas quadrilhas francesas mas ganhou características próprias na Irlanda, entre elas, os sapateios e a grande dose de diversão!




Danças de espetáculo: os nomes emblemáticos aqui são Riverdance e Lord of the Dance, e essa linda forma foi a responsável por fazer a dança irlandesa chegar ao Brasil:


E até as danças do Tik Tok: sim, a dança irlandesa está com tudo por lá, e todo mundo adora:



Há outras formas, mas as que mostramos acima são, sem dúvidas, as mais conhecidas.

Para além das aparências, cada uma tem características próprias muito interessantes que vamos ter oportunidade de conversar em outros momentos. Algo que as une é que as danças, cada uma do seu jeitinho, foram e ainda são um forte elemento de coesão e resistência, de identidade cultural e autoafirmação para os irlandeses. Essa potência da dança para atuar política e socialmente foi muito vivenciada pelos irlandeses, sendo inclusive carregada por todos aqueles que emigraram durante as diásporas que aconteceram entre os séculos XVII e XIX.


As Danças Irlandesas hoje estão no mundo todo e continuam vivas, respirando e reagindo ao seu tempo, e sendo porta-vozes das pessoas que as praticam e as consomem.

Quer saber mais sobre essas danças fascinantes? Fique por perto que a gente tem um mundo de figurinhas pra trocar nos próximos artigos.


74 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo