top of page

Feliz "Nollaig na mBan!": o Natal das Mulheres



Happy Nollaig na mBan! Ou, feliz Natal das Mulheres!


Você sabia que, na Irlanda, o dia 6 de Janeiro de cada ano é celebrado com o “Little Christmas”, ou também conhecido como Natal das Mulheres (Nollaig na mBan)? No Brasil e em vários outros países de raízes cristãs conhecemos como Dia de Reis. Na Irlanda, este dia que celebra o encerramento do Natal tem uma história interessante e de reviravoltas.


Antigamente, este costumava ser o dia em que as mulheres tinham uma folga de todo o trabalho pesado de dona de casa, especialmente vindo do Natal onde todo o trabalho doméstico era praticamente dobrado. Os seus maridos ficavam responsáveis por cuidar da casa enquanto as mulheres se juntavam para descansar, tomar um chá e socializar. Ainda assim, a maior parte do que consumiam eram os restos das ceias que já não estavam mais tão frescos após tantos dias.


Conforme as décadas foram passando e as mulheres foram conseguindo maior independência financeira e notoriedade na sociedade, o Natal das Mulheres foi tendo menos sentido e praticamente se extinguiu, exceto em vilarejos distantes e regiões mais tradicionais como Kerry e Cork.



Muitas pessoas acreditavam ser uma data amaldiçoada e associada com o Halloween (Oíche Shamhna) e que vários eventos estranhos ocorreriam neste dia, como águas de poços virarem vinho ou animais de fazenda começarem a falar. Porém ninguém podia ir presenciar estes eventos pois dava muito azar. Coincidentemente, no ano de 1839 um furacão devastou a Irlanda deixando várias pessoas sem onde morar. O vento foi tão forte que as pessoas associaram como algo sobrenatural.


Nos últimos anos o Nollaig na mBan vem crescendo novamente, porém com um propósito muito mais atual e feminista. Além de as mulheres organizarem reuniões e festas em suas casas para socializar e comer quitutes (agora frescos), grandes associações aproveitam a data para destacar projetos ligados à importância da igualdade de gênero e direitos das mulheres. Claro que pode ser muito controverso para muitos, já que o machismo ainda está longe de estar extinto e a realidade de multi-função doméstica ligada às mulheres ainda existe em muitas casas (por não-escolha), assim reforçando a tradição do passado de que este é um dia excepcional para “descanso”. Porém, ao meu ver, se colocado de maneira inteligente o Nollaig na mBan deve ser uma data de reflexão, evolução e consciência de sororidade para um futuro mais igualitário e justo.


.


35 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo
bottom of page