Instrumentos do Trad: Uilleann Pipes

Harpa de boca, pandeirão boi, esses são alguns exemplos de nomes de instrumentos musicais que, ou usam uma parte do corpo ou usam um animal no nome ou simplesmente são nomes esquisitos e engraçados mesmo. Pois hoje eu venho aqui falar de um instrumento musical que é um dos mais tradicionais da cultura irlandesa e que está perfeitamente bem encaixado nesta lista de instrumentos de nome esquisito: a gaita de cotovelo!


Que? Mas no título do texto está escrito Uilleann Pipes. Eu devo estar doida.. não! rs brincadeiras à parte, Uilleann é o termo em gaélico irlandês para a palavra cotovelo. Por isso a tradução literal do nome é gaita de cotovelo. Isso porque o fole mecânico da gaita fica encaixado no cotovelo do gaiteiro para que ele possa apertá-lo contra o corpo para encher a bolsa de ar.

Na foto à esquerda temos Cillian Vallely, um maravilhoso músico irlandês que atualmente é membro da banda Lúnasa.


Falando nas partes da gaita, ela é composta por um chanter, que é onde o gaiteiro combina os dedos para produzir as notas musicais, três drones (grave, barítono e o tenor) que são quem produz a nota contínua que soa junto com a melodia e os regulators, que são como chanters mas com teclas para que o gaiteiro possa fazer alguns acordes junto com a melodia. Além da bolsa de ar e do fole mecânico que ficam um de cada lado do gaiteiro. Aqui na página do gaiteiro Alex Navar vocês podem encontrar detalhadamente como funcionam cada uma destas partes (além de conhecerem um pouco do trabalho dele, claro).


Eu costumo chamar a uilleann pipes de "a filha mimada" da música irlandesa porque a origem de todos os ornamentos e tonalidades usadas está nela. Toda aquela história de tocar rolls, cuts, de terem mais músicas em D, G, tudo isso, é porque a gaita irlandesa é diatônica e permite estas tonalidades. E os ornamentos existem pois essa é a única forma de separar notas iguais com a gaita, tendo em vista que não existe a possibilidade de se usar golpes de língua, como na flauta, por exemplo. Uma brincadeirinha ardida da minha parte rs mas eu confesso que gosto bastante dos resultados culturais disso.


Há uma confusão super normal entre dois tipos de gaita diferentes que são: a gaita irlandesa, a gaita escocesa. Para nós que não temos estes instrumentos na nossa cultura tradicional, elas se parecem muito, mas a verdade é que elas têm tanto sonoridade quanto morfologia bem diferentes.


Em primeiro lugar, na uilleann pipes não se usa a boca para tocar. Não há um chanter que se sopre. O ar dela vem todo do fole com a bolsa de ar. Enquanto que na gaita escocesa, sopra-se em uma bolsa de ar. E em segundo lugar, sobre a sonoridade, o som da uilleann pipes lembra um pouco o do fiddle em termos de volume e até de timbre. É um som alto mas não tanto. Já a gaita escocesa possui um alto volume.


Aqui neste primeiro vídeo à direita temos a banda escocesa Hò-rò com o set Zeldas Dragon (e por incrível que pareça, ele não tem nada a ver com o famoso jogo)



E aqui à esquerda temos mais uma vez Cillian Vallely tocando a gaita irlandesa.





E por fim, me despeço de vocês hoje com algumas indicações de bandas que tem a

gaita de cotovelo entre seus membros.


Aqui neste set, o grupo Lúnasa está acompanhado da RTÉ Concert Orchestra. O que eu achei bem legal de observar é que aqui, a Ullieann Pipes está sendo usada como base. Apenas os drones da gaita soam ao longo do set.


Neste outro set o grupo Ímar executa o set L'Air Mignonne e eu achei bem interessante para vermos o timbre da Uillean Pipes junto com o fiddle. Como eles tem bastante em comum mas ainda assim são (obviamente) diferentes. A gaita entra na segunda vez que a música recomeça.


Este não poderia faltar. Paddy Moloney, gaiteiro dos Chieftains.


Este grupo já foi citado aqui n'O Pint como "The Fathers os Tradition" e este é o motivo pelo qual não poderíamos ficar sem mostrá-los. Ouçam e aprendam rs!



E por último e absolutamente necessário, temos Liam o'Flynn com o grupo Planxty que é outro grupo que fez tradição na música irlandesa.



45 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo