O Pint na Cozinha: Quando Dois Harmônicos se Encontram

Fazer harmonia em sessions já é um pouco difícil por si só por conta daquele motivo que já coloquei aqui n’O Pint algumas vezes: a harmonia das tunes não é fixa. Por conta disso, para tocar um instrumento harmônico precisamos estar super atentos à melodia.


Daí para tocarem dois violões juntos (e creio que isso pode-se estender para dois bodhráns também) sempre tive a impressão de que seria algo impossível ou então que um violão deveria, necessariamente, estar seguindo a mesma harmonia do outro. Pensei também na possibilidade de um revezamento.


O fato foi que cheguei nas sessions aqui e a coisa mais comum de se ver é exatamente isso: mais de um violão tocando juntos. E, para minha surpresa, não estavam nem se seguindo e nem revezando.


No começo, quando eu estava com o violão e chegava um outro harmônico na session, eu parava de tocar violão e começava a tocar flauta. Mas com o tempo fui arriscando tocar violão junto com o outro. E a experiência que eu tive nesse momento foi que, se você e o outro harmônico estiverem completamente atentos e comprometidos com a melodia, provavelmente tudo o que for tocado daí para frente vai ter relação um com o outro e vai fazer parte de uma conversa tanto entre harmônicos quanto com “o todo” da session.


Depois disso, uma bela noite, eu estava em uma das minhas sessions preferidas por aqui, tocando violão enquanto um dos hosts estava tocando um bouzouki. O outro host era um respeitado fiddler daqui de Galway e então eu decidi perguntar para este fiddler como ele se sentia com um harmônico em cada lado dele tocando coisas diferentes (pois era essa a disposição: um fiddle entre um violão e um bouzouki). A resposta dele foi mais ou menos essa:”é muito melhor do que vocês fazerem sempre a mesma coisa”.


Essa resposta me chocou muito mas, ao mesmo tempo, ilustrou toda essa experiência que eu vinha tendo e que me confirmou que em uma irish session, não importa o que aconteça, a melodia é o elemento mais importante. Busque conversar com essa melodia, ou seja, tocar no seu instrumento, acordes e fraseados relacionados com a tonalidade e rítmica desta melodia. Se isso acontecer, não haverá muitos problemas possíveis por mais de um harmônico estarem tocando juntos.


14 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo