Instrumentos do Trad: Bones & Spoons

Atualizado: 4 de jan.

Hoje nós d'O Pint queremos trazer para vocês um pouco sobre dois instrumentos bem curiosos: os ossos e as colheres que, por questões de origem linguística, chamamos de Bones and Spoons. É muito normal relacionarmos estes instrumentos às pessoas que tocam o bodhrán por serem também muito usados no acompanhamento rítmico, mas nem todo bodhrani toca bones e spoons. E está tudo bem rs. Pois vamos aos fatos:


BONES (ossos)

São dois ossos de costela de vaca fervidos e secos. Podem ficar nos espaços entre os dedos indicador e médio, médio e anelar (imagem 1), ou entre polegar, indicador e médio (imagem 2), mas sempre paralelos à mão. Buscam manter um acompanhamento rítmico e, por causa disso, algumas fontes dizem que são tocados como castanholas, mas na verdade, a técnica é bem diferente. O que se assemelha um pouco é a sonoridade pois os bones fazem um acompanhamento bem paralelo à melodia, mais ou menos como as castanholas.

Existe também a possibilidade de se usar três ossos ao invés de dois (imagem 3).

Seguem as imagens para ajudar a entender melhor.




SPOONS (colheres)

As colheres são parecidas com os bones em alguns pontos: são usadas duas colheres que são encaixadas entre os dedos das mãos. Mas, diferentemente dos bones, elas não ficam paralelas. Ficam perpendiculares e são tocadas pela mão oposta. Existem colheres que já vem em um suporte que une as duas para que não precisem ficar entre os dedos, assim como existem as colheres de madeira. Fica a critério do "jogador".

A proposta sonora também é a mesma: manter o acompanhamento rítmico junto com a melodia.


Segue ali em cima um vídeo deste maravilhoso músico irlandês, Christy Barry, que não é tocador de colheres mas o está fazendo muito bem feito no vídeo.


E, se você quiser ver um pouco sobre as colheres, indico o blog desta spoon player "The Spoon Lady" https://spoonlady.com/ onde ela vai, além falar sobre a história dela com as colheres e com a música, mostrar como se toca, como se customiza, e alguns fatos interessantes sobre as colheres ao longo da história.


E, se você tem curiosidade/vontade de conhecer mais sobre esse instrumento (ou outros instrumentos e assuntos do nosso site), não deixe de entrar em contato com O Pint Diário para trocar uma ideia.






26 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo